Para ouvir o playlist aperte o play


Seguidores

Segue o blog ai.. o que? Não vai seguir?


Montagens Desenhos By Robson Brasil



BIOGRAFIA

Biografia de Robbie Williams

Quero agradecer ao João Sá do Site Robbie Williams Portugal Fansite, que cedeu gentilmente a Biografia de seu site. Optei por colocá-la no meu Blog, pela seriedade e respeito com que o João conta a história do Rob. Esta biografia faz juz a pessoa maravilhosa que o Rob é sem sensacionalismos como a maioria dos outros sites fazem, explorando o vício e problemas do Rob sem dar valor ao que realmente ele tem de melhor que é a sua BRILHANTE carreira e a pessoa MARAVILHOSA que ele é. Rob é MAGNÍFICO e é muito amado por seus fans... saiba porque... Mas cuidado quem conhece o Rob se apaixona... Beijos ♥



Nome: Robert Peter Maximillian* Williams
(*Maximilian não é um nome do meio de Robbie, foi um nome dado na altura do seu batizado, mas não se encontra registado na sua certidão de nascimento)

Data de nascimento: 13 de Fevereiro de 1974

Local de nascimento: Maternidade Real em Newcastle-Under-Lyme, Inglaterra
(No entanto, é registado em Stoke-On-Trent, Inglaterra)

Pai: Peter Williams (nome artístico Peter Conway). Um comediante da velha escola agora residente no "Alvaston Hall Hotel" em Nantwich, Inglatera, ganhou o premio "New Faces" em 1974 (ano em que Robbie nasceu). Teve claramente alguma influência no seu filho: "Adquiri o sentido de humor do meu pai, mas não segui o seu caminho. Ele é um ator da velha escola. Agora está na moda a comédia alternativa. Eu sou pop alternativo contraposto ao pop clássico."


Mãe: Jan Williams (Teresa Jeanette Williams). Conduziu vários negócios, os últimos dos quais uma florista, e um salão de beleza em Newcastle-Under-Lyme. "Não posso continuar a gerir os negócios com tantas fãs do Robbie sempre por perto!". Como todas as mães, Jan sempre protegeu muito o seu filho. Os temas "Angels" e "One Of God's Better People" são dedicados à sua mãe.

Irmã: Sally Symonds é dez anos mais velha que Rob e sempre foi muito paciente com ele, substituindo a figura materna nos períodos difíceis. Foi a fundadora do seu clube de fãs oficial. Robbie dedicou-lhe um BRIT Award em 2001. Atualmente é casada com Paul e tem um filho, Freddie.


Escolas frequentadas: Mill Hill Primary School, e também St. Margaret Ward School ambas localizadas em Stoke-On-Trent, Inglaterra. Rob abandonou St. Margaret Ward School aos 16 anos sem superar os exames GCSEs para obter o seu certificado.

Religião: A família de Rob é católica.

Esporte: Rob foi capitão da equipa Junior Burslem Golf Club aos 15 anos, mas a sua maior ligação é ao futebol. É um adepto ferrenho do clube da sua terra natal Port Vale e além disso foi jogador na posição de avançado.

Estado civil: Solteiro
Signo: Aquário
Horóscopo chinês: Tigre
Altura: 1,85
Peso: 75/80 kg
Cor do cabelo: Castanho escuros
Cor dos olhos: Verde
Instrumentos: Guitarra (grau 3), flauta, bateria, entre outros...
Publicidade: Reebok, Versace, 7up, Pepsi.
Tatuagens: Várias, incluindo uma Cruz Celta e um desenho "Maori". Ver Curiosidades > Tatuagens.
Cicatriz: Uma da testa.

(Robbie fez o corte quando estava no grupo Take That. Sendo o menino rebelde, Robbie resolveu saltar para dentro da fonte que estava na recepção do hotel italiano em que os Take That estavam alojados. No entanto, parece que Robbie estava bêbado naquela altura. Infelizmente não se apercebeu de como a fonte era baixa (e que não tinha mesmo água nenhuma dentro) e acabou por cortar a cabeça no fundo da fonte. Foi levado imediatamente para o hospital onde levou alguns pontos.)

Hobbies: Gamão, jogos de vídeo, futebol. e passear com seus cachorros

Hábitos: Roer as unhas, brincar, contar anedotas, navegar na internet

Melhor amigo: Jonathan Wilkes (Jonny Wilkes). Jonathan é quatro anos mais novo que Robbie. Jonathan é cantor e ator. Wilkes acompanhou Robbie em palco diversas vezes para cantar "Me And My Shadow". Atualmente é casado com Nikki e tem um filho.


1974-1990

Robert Peter Williams nasce a 13 de Fevereiro de 1974 em Stoke-Under-Lyme, Inglaterra, e viveu a sua infância em Stoke-On-Trent, Inglaterra, tal como a sua irmã, Sally, dez anos mais velha.

O seu pai, Peter Williams, era um ator que atuava sobre o pseudónimo de Peter Conway e a sua mãe Teresa Williams (Jan) era florista. Teresa tinha um bar em Stoke-On-Trent chamado "Leão Vermelho". Quando Robbie tem três anos, os seus pais divorciam-se e ele fica a viver com a sua mãe e com a sua irmã.


Ainda muito jovem Robert já chamava a atenção de todos ao imitar o seu pai. Quando tinha apenas oito anos a sua mãe matricula-o numa escola de teatro, sapateado e dança. Com 8 anos consegue o seu primeiro papel de ator na obra teatral "Oliver". Um ano mais tarde, aos nove anos de idade, tem o seu primeiro papel principal numa peça de Hans Christian Andersen intitulada "Chitty Chitty Bang Bang" interpretando o papel de Jeremy. Mais tarde actua em "O Rei e Eu" , "O Violino no Telhado" e alguns anos mais tarde em "Oliver", sendo que, nesta última peça interpreta o papel de Artful Dodger.

Robbie Williams, conhecido pela sua rebeldia na escola secundária, não consegue obter o seu certificado da escola secundária. Assim, com poucas opções, torna-se vendedor.

A carreira de Robbie começa quando a sua mãe vê um anúncio no jornal The Sun, em Junho de 1990, onde Nigel Martin Smith, produtor musical, procurava um rapaz para iniciar uma banda chamada "Kick It". Jan envia a Nigel uma música de Robert e este é chamado para o grupo. Quando Williams ingressa no grupo, Nigel apelida-o de Robbie. Ainda no mesmo ano, a banda passa a chamar-se "Take That".

1991-1995

Apesar do sucesso dos "Take That" (oito singles na lista dos mais vendidos no Reino Unido), Robbie Williams não demora a ter reconhecimento no grupo, havendo boatos de que Williams não se ajustava muito ao grupo, causando confusão dentro do mesmo.

Vê-se finalmente a personalidade de Robbie Williams no festival Glastonbury de 1995, onde o público vê um Robbie, com o cabelo espetado e pintado de louro, divertir-se em cima do palco com os rapazes rebeldes dos "Oasis", com garrafas de cerveja na mão. Isto não fazia parte das regras dos "Take That", pelo que um mês depois Robbie renuncia oficialmente à banda.

Robbie inicia uma batalha com a sua editora, a BMG, para que o deixem prosseguir uma carreira a solo, visto que aparentemente existe uma cláusula que o impede de seguir uma carreira a solo caso abandone os "Take That". Acaba por deixar o grupo a 13 de Julho de 1995.

Começa então uma longa batalha de Robbie contra as drogas e o álcool e é então que perde 16 quilos de forma rápida e aparece muitas vezes em público num estado lamentável. A sua aproximação com os irmãos Gallagher da banda "Oasis" não ajuda.

A carreira a solo de Robbie Williams tem um começo desfavorável depois da repentina separação da banda "Take That", que tinha vendido até então milhões de discos. A frustração de viver anos de um estilo de vida controlado pelo manager Nigel Martin Smith trouxe à superfície o espírito alegre de Robbie.

No final de 1995 Robbie Williams apaixona-se pela cantora do grupo "All Saints", Nicole Appleton. Em 1996 ela descobre que está grávida e Robbie Williams maravilhado com a ideia de ser pai escreve a canção "Grace" numa noite. No entanto, Nicole decide abortar devido à enorme pressão.

1996-1997

A 27 de Junho de 1996, Robbie anuncia que o seu contrato com a BMG tinha chegado ao fim e que tinha assinado com a Chrysalis Records.

A 26 de Junho de 1996, Williams começa sua carreira a solo com a sua versão de "Freedom" de George Michael. Entretanto conhece Jacquie Hamilton-Smith numa festa, junta-se a ela e começa uma vida de festas. Mais tarde acaba por passar um curto período numa clínica de desintoxicação.

Algum tempo mais tarde, em 1997, lança o single "Old Before I Die". Tanto "Freedom" como ""Old Before I Die"" atingem o 2º lugar nas tabelas do Reino Unido. Desta forma, Robbie prepara terreno para o seu primeiro disco a solo “ Life Thru A Lens". Com este título a guerra é declarada entre Robbie e os Gallagher, que afirmam que Robbie lhes roubou esse título e afirmando em público que Robbie é um cantor de karaoke.

Robbie Williams tem cada vez mais dificuldades para falar dos seus problemas e vícios e compõe as suas músicas com o coração, de acordo com o seu estado de espírito.

A 8 de Janeiro de 1997, Williams junta-se a Guy Chambers, que daí em diante o ajuda a compor vários álbuns.

Em Julho do mesmo ano Nigel leva Robbie à justiça alegando que este quebrou o contrato que tinha com os "Take That" obrigando-o a pagar 130 mil libras.

A caminho do Natal de 1997 é lançado "Angels", o quarto single de "Life Thru A Lens". "Angels" torna-se o single mais vendido de Robbie no Reino Unido e salva-lhe a carreira pois na sequência deste sucesso ele torna-se rapidamente numa estrela no Reino Unido.

1998-1999

Williams e Chambers começam a escrever um novo álbum na Jamaica no início de 1998.

Na edição do festival Glastonbory desse ano, perante uma plateia de aproximadamente 80 000 mil pessoas, Robbie Williams apresenta-se com uma marca a dizer "RW" no lado esquerdo do seu peito. A sua carreira começa então em ascensão. O segundo álbum de Williams "I’ve Been Expecting You" estava para ser lançado em Outubro.

Robbie Williams reúne-se com Ian Dury, até então embaixador da UNICEF no Reino Unido, e junta-se a ele para reunir fundos, após uma visita ao Sri Lanka onde Williams vê guerra, miséria e pobreza. Isto dá-lhe a ideia de escrever "United" que é escolhida como música oficial da Pepsi.

O sucesso de Robbie Williams é confirmado no Reino Unido e na Europa começa a emergir. É lançado o single "Millenium" em Setembro de 1998, onde Robbie se inspira em James Bond e este torna-se no seu primeiro single a atingir o número 1 no Reino Unido.

Segue-se o lançamento do álbum "I’ve Been Expecting You" que se estreia como número 1 de vendas no Reino Unido.

O novo álbum de Williams recebe mais atenção fora do Reino Unido deixando a sua marca na Europa e na América do Sul. O single "No Regrets", que conta com a colaboração dos cantores Neil Tennant dos "Pet Shop Boys" e Neil Hannon da banda "The Divine Comedy's", atinge o 4º lugar nos tops britânicos.


Apesar de todo o sucesso, Robbie acaba por ter uma recaída e retoma a difícil batalha contra o álcool e drogas.

Em 1999 Robbie grava com Tom Jones a sua versão de "Are You Gonna Go My Way" de Lenny Kravitz. É nomeado para seis Brit Awards, o que determina um recorde. Consegue três vitórias: Melhor Artista Britânico a Solo, Melhor Single Britânico com "Angels" e Melhor Vídeo Britânico com "Millennium".

Depois do sucesso mundial, em especial na Europa, Robbie Williams assina com a Capitol Records nos Estados Unidos da América, pertencente à EMI. Williams realiza uma digressão promocional nos Estados Unidos e o seu primeiro single é lançado no mercado norte-americano: "Millennium". O single atinge a 72ª posição da Billboard Hot 100 nos EUA.

É lançado o seu álbum de compilações "The Ego Has Landed" nos EUA e Canadá. Apesar de Robbie não ter o mesmo sucesso que na Eruopa o álbum atinge o número 63 de vendas nos EUA e o número 17 no Canadá. No entanto, Williams é nomeado para os MTV Video Music Awards na categoria de "Melhor Vídeo Masculino" e apesar de não ganhar o prémio a sua exposição ajuda nas vendas do álbum.

A Capitol Records tenta fazer de Williams uma grande estrela no continente Norte-Americano e uma nova versão do vídeo de "Angels" é lançado no final desse ano. O single torna-se num êxito maior que "Millennium", mas não é suficiente para Williams. Passa então a concentrar-se no resto do mundo onde já tem mercado estabelecido. "The Ego Has Landed" acaba por ser lançado em todo o mundo (na Europa, no entanto, como edição limitada) sendo que na Nova Zelândia atinge o número 1 de vendas.

Entretanto, no final do Verão de 1999, Robbie Williams apresenta-se no Slane Castle em Dublin na Irlanda perante uma plateia de 80 000 mil espectadores. Depois deste show, Robbie torna-se presa fácil na indústria musical e, apesar de todos estes sucessos, Robbie continua muito frágil psicologicamente.

Em Outubro do mesmo ano pede auxilio aos alcoólicos anónimos por não se conseguir manter firme perante o vício.

2000-2001

Em Março de 2000 na cerimónia do Brit Awards, Robbie ganha dois prémios e convida Liam para uma luta de boxe dizendo que está disposto a apostar 150 mil euros, depois de Liam o apelidar de "Lingrinhas".

Em Junho do mesmo ano Robbie Williams cria a sua própria instituição de caridade a que chama Give It Sum.

"Sing When You’re Winning" é lançado em Agosto de 2000 e rapidamente atinge os tops um pouco por todo o mundo incluindo o Reino Unido, Alemanha, Nova Zelândia, Holanda e fica ainda entre os dez primeiros álbuns mais vendidos em países como Itália, Austrália, Finlândia e Suécia. O álbum contém o single "Rock DJ", cujo vídeo é censurado em diversos países e que causa uma grande controvérsia, sendo que alguns o consideram incitante ao canibalismo. Depois disso, Williams passa a mostrar um gosto pela provocação, passando a mostrar "a bunda" em vários shows e em diversas fotos.


Outros singles desse álbum incluem "Supreme" (que Williams também gravou em Francês) e "Better Man" que alcançaram o top-10 em diversos países, além do dueto com Kylie Minogue, "Kids", que surgiu quando Robbie sentiu uma química com Kylie após esta ter ido ter com ele para lhe pedir ajuda para escrever material para o seu primeiro álbum.

Segue-se o inicio de uma nova digressão de sucesso e com um Robbie Williams com saúde e longe do álcool. No entanto, existe um famoso 21 de Fevereiro onde Robbie é atacado por um fã louco que o empurra do palco gritando "Este não é o Robbie". Apesar de Williams saber que se trata de um doente mental, sai do show em lágrimas.

Em 2001, Robbie Williams torna-se embaixador da UNICEF e parte para Moçambique para ver o trabalho desenvolvido pela UNICEF na ajuda a crianças afectadas pelo HIV/SIDA.

Robbie Williams decide compor um álbum de Swing. No entanto, a EMI é bastante relutante perante a ideia. Robbie está decidido e grava o álbum nos estúdios da Capitol em Los Angeles, Califórnia.

Assim foi, em 2001, Robbie lança o "Swing When You’re Winning" e introduz uma nova vertente do seu talento. Um álbum de clássicos do Jazz, que abrange desde os anos 50 e 60. O álbum Swing When You’re Winning inclui "Something Stupid" um dueto com Nicole Kidman além de uma nova versão de "Beyond The Sea" de Charles Trenet. Esta música foi posteriormente utilizada no filme de animação "À Procura de Nemo", lançado em 2003.

A 10 de Outubro de 2001, ele faz um espectáculo único no Royal Albert Hall em Londres, Inglaterra, com vista a promover o seu novo álbum. Este mesmo espectáculo é gravado e mais tarde é lançado em DVD e Blu-Ray. Nesse espectáculo Robbie Williams declara em público o grande amor que sente pela sua mãe.

2002-2004

Durante o ano 2002, Robbie aparece na imprensa em várias ocasiões, por vários motivos: protagoniza um grande escândalo com a sua namorada do momento, a modelo Rachel Hunter, deixando-se fotografar num hotel em poses "demasiado intímas"; posteriormente, as grandes editoras lutam durante meses para conseguir que Robbie Williams assine um contrato discográfico com elas.

Está na altura do fim do seu contrato com a EMI, no entanto, a EMI consegue garantir Williams ao cobrir o contrato da Universal por 80 milhões de libras.

Robbie começa a trabalhar no seu quinto álbum de estúdio. Escreve "Nan’s Song", uma homenagem à sua avó Betty, e investe a fundo no novo álbum. Após terminar o álbum, Robbie anuncia que não trabalhará mais com Guy Chambers. Entretanto continua a sua luta contra o álcool e as drogas e vicia-se em anti-depressivos.

A 26 de Novembro de 2002 é lançado o novo álbum com o título "Escapology" que instantaneamente vai para o 1º lugar do tops de toda a Europa. "Feel", primeiro single deste álbum é lançado em 2002, seguindo-se "Come Undone" e "Something Beautiful" que também são sucessos na Europa.

O vídeo de "Come Undone" é censurado em alguns países, tal como "Rock DJ", por ser também controverso. No vídeo, Williams aparece na cama com duas mulheres, hóspedes ainda sob o efeito de drogas e álcool, e surgem ainda imagens repugnantes de insectos, roedores e répteis.

O ano de 2003 começa da melhor maneira com o lançamento do seu DVD "What We Did Last Summer" no topo das tabelas de vendas por todo o mundo. O DVD apresenta um dos concertos que Robbie deu em Knebworth. O DVD conquista o galardão de Ouro na Suécia e Holanda e atinge a Tripla Platina na Austrália e em Portugal (onde a Fnac vê desaparecer todas as cópias do DVD, que em Portugal tem o nome de "Live At Knebworth", no primeiro dia de vendas, ultrapassando sucessos como "O Senhor dos Anéis: Edição Especial" e "Matrix II").

No Reino Unido, "What We Did Last Summer" é oficialmente o DVD que mais rápido vendeu batendo a concorrência mais directa dos U2 e Red Hot Chilli Peppers, tendo ultrapassado as 48 000 cópias vendidas numa semana, batendo o record dos Led Zappelin de 46 000.

É aberto um casting a participantes de toda a Europa, no qual o prémio é poder participar no vídeo "Something Beautiful" interpretando o papel de Robbie Williams. Os três vencedor têm a oportunidade de conhecer Robbie Williams e as três versões do vídeo são lançadas em diferentes partes do mundo de acordo com o vencedor.

O quarto single é "Sexed Up" que tem menos sucesso que os anteriores três. "Me And My Monkey" seguiu "Sexed Up" sendo o menos bem sucedido do álbum, cujo vídeo é feito pelos produtores do filme "A Fuga das Galinhas", comédia de animação britânica, nomeada ao Óscar de Melhor Animação em 2000.

Inicia-se a digressão mundial "Live Summer Tour 2003". Digressão que foi marcada pelos shows em Knebworth nos quais Robbie consegue atrair mais de 375 mil pessoas em três dias e que dá a Robbie um grande destaque em várias revistas e jornais da Europa.

Entretanto, durante esse período tempo Robbie vai-se reconciliando com o pai. A sua mãe mantém-se ao seu lado, aconteça o que acontecer.

Williams levanta boatos sobre um novo álbum com Stephen Duffy. Encontram-se pela primeira vez no estúdio de filmagens de "Top Of The Pop".

Durante esse período Robert Williams tira o seu disfarce de super estrela Robbie Williams e dedica-se a fazer outras coisas. Tenta passar despercebido onde quer que vá vestindo-se como um comum cidadão britânico até que a EMI decide divulgar uma coletânea de grandes sucessos de Robbie Williams.

A publicação da sua autobiografia "Feel" escrita por Chris Heath em Setembro de 2004 causa ondas de controvérsia. Finalmente depois de anos de rumores e mentiras, a história completa e privada de Robbie Williams encontra-se escrita. Desde a sua infância, passando pelos "Take That" até aos seus dias atuais como ícone da pop, até a sua vida amorosa e familiar.

A 18 de Outubro de 2004 é então lançado o álbum "Greatest Hits", uma compilação das suas melhores músicas. Além de grandes hits como "Angels" e "Rock DJ", o álbum apresenta ainda os inéditos singles "Misunderstood" (incluído na banda sonora do filme "Bridget Jones: The Edge of Reason"), e "Radio", produzidos por Stephen Duffy.

"Greatest Hits" atinge o número em diversos países tais como Suíça, Itália, Portugal, Áustria, Holanda, Austrália e Nova Zelândia.

2005-2006

Começo de 2005 e Robbie trabalha no seu sexto álbum de estúdio. Cria também seu próprio clube de futebol em Los Angeles: Los Angeles Vale.

É lançado o novo site oficial de Robbie Williams: www.robbiewilliams.com. Entretanto, o site apresenta um novo look sobre o tema "Reveal Yourself". Este novo site apresenta em exclusivo todas as novidades sobre o novo CD de Robbie "Intensive Care" com lançamento previsto para 24 de Outubro do mesmo ano. Desde notícias, vídeos, imagens de bastidores a áudio dos novos temas de Robbie, com atualização ao minuto.

Com o anúncio do lançamento do novo CD em Outubro de 2005 Robbie surge com uma nova imagem ligada à astrologia e o seu logótipo não foge às mudanças. Robbie identifica-se agora com o Olho de Órus. Este Olho de Órus é o modelo seguido pelo palco dos concertos de apresentação do novo CD que Robbie Williams dá em Berlim e que pode ser visionado por quase toda a Europa através de ecrãs de cinema.

Continua a investir na UNICEF e nos trabalhos da sua instituição Give It Sum. A 2 de Julho de 2005 realiza-se um show organizado por Bob Gerdof com vista a ajudar a pagar as dívidas dos países mais pobres, em Hyde Park, Londres, onde Robbie Williams participa.

A 3 de Outubro de 2005 é lançado o single "Tripping", escrito com Stephen Duffy, tornando-se em mais um sucesso de Robbie Williams. O single atinge os tops na Alemanha, Suiça, Áustria, Austrália, Suécia, Nova Zelândia, Holanda, Finlândia, entre outros. Posteriormente é lançado o vídeo de "Tripping" inspirado num estranho sonho de Robbie Williams, que, sonha andar, andar, sem dar um único passo num corredor.


A 24 de Outubro é lançado "Intensive Care".

O segundo single do "Intensive Care" é lançado a 12 de Dezembro de 2005 e chama-se "Advertising Space". O vídeo trata-se de uma homenagem a Elvis Presley, onde Robbie tem um papel duplo do seu ídolo.

No vídeo do single "Sin Sin Sin", Robbie faz parte de uma ceita guru, rodeado de dedicadas mulheres grávidas. Robbie cria também um vídeo para a música "A Place To Crash" que é produzido pelo mesmo diretor do vídeo de "Me And My Monkey". Em "A Place To Crash", são macacos que assumem a personalidade de seres humanos.

Na promoção do seu álbum "Intensive Care" Robbie regressa a Portugal (após dois espectáculos esgotados no Pavilhão Atlântico em 2004), desta feita para abrilhantar o palco dos prémios europeus de música da MTV, os MTV Europe Music Awards 2005, no Pavilhão Atlântico em Lisboa no dia 3 de Novembro.

Ainda em Novembro de 2005, Robbie Williams entra para no Guinness Book of World Records quando anuncia a sua digressão mundial "Close Encounters Tour" para 2006, vendendo 1.6 milhões de bilhetes num único dia.

O sétimo álbum de estúdio de Robbie Williams é anunciado no início de 2006.

Segue-se a digressão mundial designada "Close Encounters Tour" que se realiza de Abril a Dezembro de 2006. É a maior digressão de Robbie Williams até então.

A 22 de Maio de 2006 Robbie organiza um jogo de futebol para ajudar a UNICEF onde participam várias celebridade, designado "Soccer Aid".

Williams lança o single "Rudebox", um single com muito rap e com um vídeo cheio de cores, mas totalmente diferente do que Robbie fizera até então. Mais tarde surge o vídeo do single "Lovelight", um vídeo mais escuro, e o single de "Bongo Bong" que é lançado apenas na Suíça.


A 23 de Outubro de 2006 é lançado o álbum de dance/electro "Rudebox" que recebe classificações muito heterogéneas, sendo no entanto, considerado um fracasso por muitos. Muitos fãs não gostam da mudança de estilo.

2007-2009

Em Fevereiro de 2007, após o fim da digressão "Close Encounters Tour" Robbie sai dos palcos direito para uma clínica de reabilitação, e passa 21 dias lá. Começa a namorar com a atriz norte-americana Ayda Field.

Surgem rumores de que o oitavo álbum de estúdio de Robbie Williams terá a participação de Guy Chambers.

Robbie começa uma louca obsessão por OVNIs, crente que existe vida fora da terra, Robbie vai a vários encontros com estudiosos sobre o assunto.

A 16 de Janeiro de 2008, o tablóide britânico The Sun anuncia que Robbie Williams está a trabalhar em novas canções com a antiga estrela dos "Ian Dury And The Blockheads", Chaz Jankel. O artigo revela que a reunião com Guy Chambers não corre bem e que o material que Williams está a desenvolver com Chaz Jankel será as base do seu novo álbum.

A 7 de Setembro de 2008, um novo evento "Soccer Aid" é organizado por Robbie Williams, mas ele não está presente.

No fim de 2008, Robbie anuncia no seu site que está de regresso ao Reino Unido e que quer começar a trabalhar no seu novo álbum. Anuncia no seu blog que no Verão de 2009 estará a suar e cantar nos palcos.

Começo do ano de 2009 e Robbie compra uma mansão em Inglaterra e muda-se com sua namorada para lá. São poucas as aparições, mas a promessa de um novo álbum é constante, prometendo também que este será o melhor álbum de sua carreira.

Em Fevereiro é confirmado que Williams escreveu canções com Guy Chambers and Mark Ronson. Tim Clark, o porta-voz de Robbie, diz que o artista está a planear começar a gravar em Março e que o novo álbum sairá no final de 2009. Este será provavelmente o último álbum de Williams lançado pela EMI. No seu site oficial, Robbie Williams confirma que tem estado a trabalhar com o produtor Trevor Horn no seu novo álbum e descreve-o como "muito, muito grande.". O novo álbum já tem nome: "Reality Killed The Video Star", uma referência à música da antiga banda de Horn, The Buggles.

O novo álbum já tem nome: "Reality Killed The Video Star", uma referência à música da antiga banda de Horn, The Buggles. O lançamento do álbum está previsto para 9 de Novembro no Reino Unido. O novo single "Bodies" é tocado pela primeira vez no dia 4 de Setembro, durante o programa de Chris Moyles na BBC Radio 1. Moyles descreve-o como "uma plante em crescimento" ao que Robbie Williams concorda. Williams afirma também que o álbum também é uma "planta em crescimento", e que é preciso ser tocado algumas vezes até que as pessoas gostem dele. Na primeira semana, "Bodies" entra nas tabelas das músicas mais tocadas na rádio em diversos países da Europa.

Números:
1.6 milhões de bilhetes foram vendidos num só dia para a "Close Encounters Tour" sendo considerado um recorde mundial do Guinness.

2.4 milhões de cópias vendeu o álbum "Life Thru A Lens" só no Reino Unido. Ao todo, em todo o mundo, o álbum vendeu mais de 4 milhões.

Mais de 3 milhões de discos vendeu "I've Been Expecting You" no Reino Unido. Em todo o mundo vendeu cerca de 5 milhões de cópias.

600 mil discos vendidos vendeu a compilação "The Ego Has Landed" só nos Estados Unidos.

2.4 milhões de cópias vendeu o álbum "Sing When You're Winning"só no Reino Unido; mais de 6 milhões de cópias em todo o mundo.

2.1 milhões de cópias vendidas foi quanto atingiu o seu quarto álbum "Swing When You're Winning" no Reino Unido.

Mais de 7.5 milhões de discos vendidos de "Escapology" em todo o mundo. Só no Reino Unido foram vendidas mais de 2 milhões de cópias.

3.5 milhões de cópias foram vendidas da versão CD de "Live At Knebworth" em todo o mundo; a versão DVD vendeu cerca de 525 mil cópias só na Alemanha.

Mais de 5 milhões de discos vendidos na Europa alcançou "Greatest Hits"; em todo o mundo foram vendidos 8.5 milhões de discos.

5 milhões de cópias vendeu o álbum "Intensive Care" na Europa; no Reino Unido o álbum foi o menos vendido até então atingindo, no entanto, mais de 1.5 milhões de cópias.

2 milhões de discos vendeu o albúm "Rudebox" em todo o mundo. Mais de 600 mil cópias vendidas só no Reino Unido.

90 milhões de libras é o valor avaliado da fortuna de Robbie Williams em 2006, segundo a Sunday Times Rich List.

240 mil libras pagou Robbie Williams pela maior parte das acções do clube de futebol da sua terra-natal.

Prêmios:

1996

◦Smash Hits Awards (Reino Unido): Número 1 - Pessoa Mais Engraçada do Mundo

◦TV Hits Poll (Reino Unido): Número 1 - Pessoa Mais Engraçada do Mundo

1997

◦The Sun Newspaper (Reino Unido): Melhor Artista Masculino

1998

◦Nordorff Robbins Silver Clef Awards (Reino Unido): Melhor Novo Artista

◦The London Awards (Reino Unido): Melhor Vocalista Masculino

◦TMF Awards (Holanda): Melhor Artista Masculino

◦The Sun Newspaper (Reino Unido): Melhor Álbum: "I've Been Expecting You", Melhor Actuação Ao Vivo, Melhor Artista Masculino

◦Hit Radio FM 99.7 Music Award (Hong Kong): Melhor Artista Masculino Internacional

◦Maaraiv Lanoar and Channel 1 Award (Israel): Melhor Artista Masculino do Ano

◦Cable YMC Award (Hong Kong): Melhor Masculino Internacional

◦Q (UK): Melhor Artista a Solo do Ano

◦MusikExpress (Alemanha): Melhor Artista a Solo de 1998

◦Smash Hits Awards (Reino Unido): Número 1 - Melhor Estrela Masculina a Solo

◦Sky Magazine (Reino Unido): "Action Man" do Ano

◦Brit Awards (Reino Unido): Melhor Artista a Solo

◦MTV European Music Awards: Melhor Artista Masculino a Solo

1999

◦The 12th Headlines Readers Poll Awards (Hong Kong): Número 1 - Melhor Masculino, Melhor Canção: "Millennium", Melhor Álbum: "I've Been Expecting You", Melhor Vídeo: "Millennium"

◦Smash Hits Awards (Reino Unido): Número 1 - Melhor Estrela Masculina a Solo

◦Melody Maker's Readers' Poll (Reino Unido): Melhor Artista Masculino a Solo, "Pateta" do Ano

◦Top Of The Pops (Reino Unido): Melhor Artista Masculino a Solo

◦New Musical Express Premier Awards (Reino Unido): Melhor Artista a Solo

◦Brit Awards (Reino Unido): Melhor Artista Britânico a Solo, Melhor Single Britânico - "Angels", Melhor Vídeo Britânico - "Millennium"

◦Ivor Novello Awards (Reino Unido): Canção Mais Tocada: "Angels" (Robbie Williams/Guy Chambers), Escritor de Música do Ano: Robbie Williams & Guy Chambers - "Angels"

◦"Company" Magazine (Reino Unido): Homem Mais Sexy do Planeta

◦"Cosmopolitan” Magazine (Reino Unido): Homem Mais Sexy de Todos

◦"PlayStation" Magazine (Reino Unido): Ícone Mais Popular do Século 20

2000

◦Brit Awards (Reino Unido): Melhor Single Britânico: "She's The One", Melhor Vídeo Britânico: "She's The One"

◦Capital Radio Awards (Reino Unido): Melhor Artista Masculino a Solo, Melhor Single Britânico: "She's The One", Melhor Vídeo Britânico: "She's The One"

◦Ivor Novello Awards (Reino Unido): Melhor Canção Musicalmente e em Letra: "Strong" de Robbie Williams & Guy Chambers

◦"Company" Magazine (Reino Unido): Homem Mais Sexy do Planeta

◦Q Awards (Magazine Q) (Reino Unido): Melhor Escritor de Música


2001

◦Brit Awards (Reino Unido): Melhor Artista Masculino a Solo, Melhor Single Britânico: "Rock DJ", Melhor Vídeo Britânico: "Rock DJ"

◦Capital Awards (Reino Unido): Melhor Álbum: "Sing When You're Winning"

◦"Company" Magazine (Reino Unido): Homem Mais Sexy do Planeta

◦GQ Awards (Reino Unido): Melhor Artista a Solo

◦MTV Music Awards: Melhores Efeitos Especiais: "Rock DJ"

◦MTV European Music Awards: Melhor Artista Masculino

2002

◦Brit Awards (Reino Unido): Melhor Masculino

◦Echo Awards (Alemanha): Melhor Artista Masculino Internacional

◦Edison Award (Holanda): Melhor Artista Masculino Internacional: "Swing When You're Winning"

2003

◦NRJ Radio Awards (França): Melhor Artista Masculino Internacional

◦NRJ Radio Awards (França): Melhor Pop: "Feel"

◦MTV Asia Awards (Singapura): Artista Masculino Favorito

◦Echo Awards (Alemanha): Melhor Artista Masculino Internacional

◦Brit Awards (Reino Unido): Melhor Artista Masculino Britânico a Solo

◦TMF Awards (Holanda): Melhor Masculino

◦TMF Awards (Holanda): Melhor Videoclip: "Feel"

◦TMF Awards (Holanda): Melhor Single: "Feel"

◦Amadeus Music Awards (Áustria): Melhor Artista Internacional do Ano

◦Lycra British Style Awards (Reino Unido): Artista Masculino Mais Elegante

◦Q Awards (Magazine Q) (Reino Unido): Melhor Actuação Ao Vivo

◦Edison Award (Holanda): Melhor Artista Masculino Internacional: "Escapology"

◦Oye! Award (México): Melhor Álbum Por Masculino a Solo - Categoria Internacional: "Escapology"


2004

◦Echo Awards (Alemanha): Melhor Masculino Internacional

◦Echo Awards (Alemanha): Melhor DVD Musical

◦TMF Awards (Holanda): Melhor Masculino Internacional

◦Nordic Music Award (Noruega): Prémio Especial de Honra por ser um dos artistas que mais vende na Dinamarca, Suécia e Noruega

◦Music Hall of Fame (Reino Unido): Prémio por "Indução nos Anos 90"

◦Edison Award (Holanda): Melhor Artista Masculino Internacional: "Live Summer 2003"

◦Oye Award (México): Maior Número de Álbuns Vendidos por um Artista Internacional

2005

◦Brit Awards (Reino Unido): Melhor Single dos Últimos 25 Anos: "Angels"

◦Echo Awards (Alemanha): Melhor Masculino Internacional

◦Ivor Novello Award (Reino Unido): Canções das Décadas, 1995-2004: "Angels"

◦MTV Awards (Alemanha): Melhor Masculino Internacional

◦RAFT Award (Reino Unido) : Melhor Masculino, Melhor Actuação Ao Vivo

◦Oye! Award (México): Maior Número de Álbuns Vendidos por um Artista Internacional

◦Oye! Award (México): Canção Internacional do Ano: "Radio"

2006

◦NRJ Music Awards (França): Melhor Masculino Internacional

◦D.I.V.A. (Alemanha): Prémio Musical Alemão

◦Echo Award (Alemanha): Melhor Masculino Internacional

◦MTV Video Music Awards Latin America: Melhor Artista Pop Internacional


2007

◦Echo Award (Alemanha): Melhor Masculino Internacional

◦Echo Award (Alemanha): Melhor DVD Musical

◦Oye! Award (México): Canção Internacional do Ano: "Rudebox"

  


 

Galeria de Fotos do Robbie

Robbie Williams

Robbie Williams
O Artista mais Completo do Mundo, Incrivelmente Sedutor... Simplesmente Fantástico ♥♥♥

Frase do Robbie durante um Show no lendário Knevworth Park em 2003...

"Quero que vocês lembrem uma coisa pra mim... Sou Robbie Williams, sou cantor, compositor e nasci para entreter".

ROBBIE

ROBBIE
Diante de uma multidão hipnotizada